quarta-feira, maio 02, 2007

De volta de...

... New York!!!

O meu-mais-que-tudo perdeu mesmo a cabeça e levou-me para cidade que, realmente, nunca dorme :) também, com tanta coisa a acontecer, quem é que consegue dormir?!
Resumindo: ficamos em Kew Garden´s (um muito obrigada ao Rui e ao seu primo, o Sr Danny) (e a maior coincidência é que quando fomos a Londres e ficamos em casa do pai da Arte-i-factos, também ficamos em Kew Garden´s!...), fomos à Times Square (sem descrição, é dia de noite com tanta luz), ao Soho (todo fashion, com restaurantes, bares, e lojas incríveis), ao Central Park (quem me dera que houvesse um em Lisboa) (e os Strawberry fields? grandes sonecas ao sol...), à 5ª Avenida (onde vimos mulheres lindas de morrer e com todas aquelas lojas de referência), ao Washington Square Park (delicioso pelas bandas, as pessoas, o ambiente), fizemos um "percurso rock" (Ranones, Led Zeppelin, Madonna, CBGB, Beastie Boys, Charlie Parker), comemos comida japonesa, atravessamos a Brooklin Bridge (uma ponte de madeira com passeio pedonal e ciclista onde se pode ver o borbulhar da cidade de longe... e era noite e estavam 24ºC!), comemos comida mexicana numa tasca muito castiça, visitamos o Museu Guggenheim (um velhote, ofereceu-me o bilhete! e o museu tem mesmo uma arquitectura muito interessante), comemos hamburguers (o meu veggie) numa lanchonete americana (almoçamos às 14h e à meia-noite ainda estava cheia!!! realmente a comida, é o pior da cidade...), passamos pelo Ground Zero (é horrível, comercial e impressionante... dei por mim, comovida mas a sentir-me extremamente manipulada!), fomos à Chinatown (até deve ser boa para umas comprinhas mas precisava de mais paciência na procura...), vimos a Patti Smith no Bowary Ballroom na apresentação do "Twelve" (adorei! Nunca pensei que fosse gostar tanto! Gostei das versões dela, do ambiente, do Bowary, do bigode dela :), dos nossos amigos americanos, das piadas dela, de se beber cerveja...), comemos maçarocas de milho no Café Habana - mexicano (antes, estivemos a beber umas cervejas na rua e pediram-nos para ir para a porta do restaurante porque senão "os vizinhos tiram fotos e mandam para a NBC"!!!), fomos ao MoMa (onde vimos tudo possível imaginário... os preferidos foram as fostos do Jeff Wall e um mural de um romeno deveras avassalador), apanhamos chuva pelas ruas, vimos o Spamalot baseado no "Holy grail" dos Monty Pythons (que apesar de bom não chega aos calcanhares do original), visitamos o American Museum of Natural History (do género do de Londres, com coisas engraçadas mas assim nada de fantástico, só a Ecosphere - um ecossistema aquático selado e completamente sustentável), vimos um filme do TrIbEcA Film Festival (festival organizado pelo Robert DeNiro para a NY do pós-11 de Setembro) - o "The road to St. Diego" (engraçado, simpático e muito positivo sobre o fanatismo de um jovem argentino com o Maradona), jantamos num restaurante vegetariano óptimo no que foi eleito o jantar mais romântico do ano, ouvimos blues num bar/tasca cheio de personagens em que a cantora "engraçou" com o meu-mais-que-tudo, fomos ao Metropolitan Museum of Art (grande, enorme, gigante... nunca pensei... por exemplo, tinha um templo egípcio inteiro numa sala do tamanho de uma piscina olímpica... não aguentamos mais de 2 horas), comemos comida indiana, visitamos a Coney Island (zona de praia pró decandente cheia de russos, onde andamos numa montanha russa assustadora, passeamos e fizemos parte do "A" do Impeach contra o Bush - vejam a foto), tentamos ir ver Amon Tobim (mas já só havia bilhetes muito caros) e, por isso, acabamos a ver o "Life in loops" (que passou no último IndieLisboa) no Austrian Cultural Forum a beber cervejas com uns diplomatas...
Foi mais ou menos isto, com muitas mais aventuras, muitas pessoas interessantes e engraçadas, muitas paisagens e cenas que nos ficam apenas na memória mas que "esta já ninguém nos tira" :)
Os nova-iorquinos são realmente simpáticos e sociáveis, receberam-nos muito bem e como o euro vale mais que o dólar... mesmo assim, não fizemos muitas compras, acho que por gostar de demasiadas coisas!
A ti, meu-mais-que-tudo, que me propocionaste esta viagem e que foste a melhor companhia que poderia desejar... ... ... prefiro dizer-te em privado ;)

Etiquetas:

9 Comments:

Anonymous Fuinha tem a dizer o seguinte...

Olá,

Gostei bastante do post, mas fiquei cheio de inveja hehe
Deve ter sido mt mt fixe :)
Depois quero saber td !!!
Tu mereces essa viagem, aliás os 2 merecem ;)

Beijos grandes

1:38 da tarde  
Blogger arte-i-factos tem a dizer o seguinte...

TÃO BOM!

2:11 da tarde  
Anonymous bre@&wine tem a dizer o seguinte...

greates lifes!

4:23 da tarde  
Blogger pulquerio tem a dizer o seguinte...

grande viagem.eu que nem acho muita piada a nova york fiquei com vontade de la ir um dia.
um grande abraco
david

1:08 da tarde  
Blogger sirob tem a dizer o seguinte...

isto são surpresas como devem de ser

6:18 da tarde  
Anonymous ana tem a dizer o seguinte...

Que sortuda!!

9:58 da tarde  
Blogger Floppy tem a dizer o seguinte...

ehehehehehe "cada um tem aquilo que merece" ehehehehhe :)

8:14 da manhã  
Blogger arte-i-factos tem a dizer o seguinte...

sim, tenho o teu saco lá em casa. quando puderes dis qq coisa para eu te o dar.

ADOREI, a descrição. Especialmente porque ADORAVA ter ido! lembro-me de quando lá fui ter adorado todos os aspectos de NY. é incrível como é mesmo como nós imaginamos...pudera...depois de ver tantos filmes ehehehe
gostei imenso do MoMa. e realmente, depois de duas semanas na América, todos nós ansiávamos por boa comida!

4:25 da tarde  
Blogger boneca tem a dizer o seguinte...

bombom, vê-se daqui a tua felicidade:) hoje em NY, amanhã noutro sítio qualquer... mas sempre feliz:)

2:29 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home